Visões da Shanghai Tower

Algumas imagens deslumbrantes do fotógrafo local Blackhaven foram selecionadas por James Griffiths no Shanghaiist, apresentando a Luijiazui como nunca foi vista antes. Torres super altas são objetos e plataformas de espetáculo. Provavelmente é fútil argumentar sobre qual aspecto da reconstrução do visual urbano importa mais.

ADICIONADO: Do excelente ensaio de Jabon Rubin sobre o Burj Khalifa:

Ainda assim, um edifício como o Burj exerce uma atração magnética, grande parte da qual deriva da perspectiva de sua visão. Essa é a questão apresentada por uma torre: ela é feita para que se olhe para ela ou a partir dela? “Vista”, enquanto palavra, veio a significar ambos, denotando não apenas a visão em si, mas o poleiro que a oferece, como se o último atingisse o status de perspectiva simplesmente por oferecer uma. Quando se fita a Torre Eiffel ou o Empire State Building, é literalmente para isso que está se olhando: uma vista de uma vista, uma visão de uma visão, e aquela admiração distinta e encharcada de veneração, conhecida de qualquer transeunte, deve derivar, pelo menos em parte, de se imaginar a visão lá de cima. Como o rosto de um visionário, essas construções extraem muito de seu poder daquilo a que contemplam.

Original.
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.